quinta-feira, 18 de abril de 2013

18 de Abril - Dia de Monteiro Lobato e Dia Nacional do Livro Infantil



Quem foi Monteiro Lobato?

"José Bento Monteiro Lobato estreou no mundo das letras com pequenos contos para os jornais estudantis dos colégios Kennedy e Paulista, que freqüentou em Taubaté, cidade do Vale do Paraíba onde nasceu, em 18 de abril de 1882.

Monteiro Lobato jamais escondeu sua  paixão pela pintura e gostaria de ter cursado uma escola de Belas Artes. Por imposição do avô, seu tutor após a morte dos pais, acabou entrando para a Faculdade de Direito. Desistiu das artes plásticas e se fez escritor.

Entre outras coisas escreveu para crianças histórias da Narizinho, Pedrinho, Tia Nastácia, boneca Emília, Visconde de Sabugosa e a assustadora Cuca."
(Fonte: Smartkids)

Confira abaixo alguns sites com conteúdos relacionados ao tema:

Site da editora Globo dedicado ao autor - Lobato
Almanaque da Folha de S. Paulo - Monteiro Lobato
Museu Monteiro Lobato - Museu Monteiro Lobato
Projeto Memória - Projeto
Atividades para Imprimir - Passa Tempo


O dia 18 de abril foi instituído como o Dia Nacional da Literatura Infantil, em homenagem à Monteiro Lobato.

“Um país se faz com homens e com livros”. Essa frase criada por ele demonstra a valorização que dava à leitura e sua forte influência no mundo literário. Mais da metade dos livros de Monteiro Lobato tinham como alvo o público infanto-juvenil, com a intenção de ajudar na formação intelectual e moral da juventude brasileira. 
Entre os mais populares estão: 

  • "A Menina do Nariz Arrebitado"; 
  • "O Saci"; "Fábulas do Marquês de Rabicó"; 
  • "Aventuras do Príncipe";
  • "Noivado de Narizinho"; 
  • "O Pó de Pirlimpimpim";
  • "Reinações de Narizinho"; 
  • "As Caçadas de Pedrinho"; 
  • "Emília no País da Gramática";
  • "Memórias da Emília"; 
  • "O Poço do Visconde" 
  • "O Picapau Amarelo", que foi transformado em obra televisiva nos anos 80 e sendo regravado no final dos anos 90.

A literatura infantil ainda é um mercado novo no Brasil, na opinião do presidente da Associação de Escritores e Ilustradores de Literatura Infantil e Juvenil (Aeilij), Hermes Bernardi Jr. O escritor e ilustrador de livros infantojuvenis acredita que o hábito da leitura deve ser incentivado desde cedo. “A primeira relação que se estabelece com o livro, se ela for mediada com sensibilidade, pode fazer a criança estabelecer uma relação muito forte com o livro”. Bernardi Jr considera a mediação uma parte importante na criação do hábito. “Se houver uma boa e bem realizada mediação pela família, em primeiro lugar, e depois na escola e nas relações de amizade, o livro passa a ser um companheiro inseparável na vida de qualquer sujeito”.
(Fonte: Brasil Notícias)

Que tal ler mais? Ou desenvolver o hábito da leitura? Também vale incentivar crianças à sua volta, lendo e contando histórias para que elas se apaixonem por este fascinante mundo de magia e aventuras.

Veja alguns sites que podem contribuir com este tema:


Boa Leitura!



Reações:

0 comentários:

Postar um comentário