sexta-feira, 31 de julho de 2015

Releitura Abaporu


Contextualização:


Abaporu é uma clássica pintura do modernismo brasileiro, da artista Tarsila do Amaral. O nome da obra é de origem tupi-guarani que significa "homem que come gente" (canibal ou antropófago), uma junção dos termos aba (homem), pora (gente) e ú (comer).

A tela foi pintada por Tarsila em 1928 e oferecida ao seu marido, o escritor Oswald de Andrade. Os elementos que constam da tela, especialmente a inusitada figura, despertaram em Oswald a ideia de criação do Movimento Antropofágico. O Movimento consistia na deglutição da cultura estrangeira, incorporando-a na realidade brasileira para dar origem a uma nova cultura transformada, moderna e representativa da nossa cultura.

O quadro Abaporu foi vendido no ano de 1995 para o argentino Eduardo Constantini por 1,5 milhões de dólares e encontra-se exposto no MALBA (Museu de Arte Latino-Americana de Buenos Aires).

Em março de 2011, o Abaporu foi emprestado pelo MALBA para integrar a exposição "Mulheres, Artistas e brasileiras", realizada no Salão Oeste do Palácio do Planalto, em Brasília, que reuniu 80 obras do século XX, pertencentes a 49 artistas mulheres do Brasil. Esta iniciativa consistiu em uma homenagem ao mês da mulher.

(Fonte: Significados)

Atividade:

Após conhecerem a obra e um pouco da artista Tarsila do Amaral, a Professora propôs que os alunos realizassem uma releitura da obra, colocando-a em situações com a temática e característica Junina/Julina, já que em Julho realizamos nossa festa interna para comemorar costumes e tradições tão comuns em nossa cultura, quanto o uso de roupas xadrez, as fogueiras, a agricultura, as danças, músicas e tudo aquilo que nos remete a roça e festas do interior Brasileiro.

Turmas:
6º Ano 01 e 02

Professora:
Wanessa

Disciplina:
Arte

Exposição dos Trabalhos:
(Clique na Imagem para Ampliar)







Reações:

0 comentários:

Postar um comentário